Do CVMA para o Tahiti com Jonathan Gubbins no “Surf’n’Rock”

"Surf´n´Rock"

Findado mais um CVMA com direito a coro presidencial “e la me ki nos e bom” de Zona feat. Ulisses sempre na moderacao a pedido do outro Djodje, Feedback, o blog mais “on faya” sem direito a nomeacoes e galardoes como diria Erick Tavares dos Erick & The Double Jack , distancia-se do TAC social de Redy Wilson; da fuga de palco do “nem ai” Bitori Nha Bibinha; da dieta forcada rumo ao “flash” mais procurado das 10 belas ilhas e do vestido “Made in Fazenda” da vizinha Vaidosa Demais para entrar nos tubos de Teahupoo com o surfista peruano Jonathan Gubbins. Mais um desconhecido surfista a dar as caras no salgado segmento “Surf’n’Rock”, Gubbins e a sua prancha chegam-nos do anonimato para o acesso livre aos tubos perfeitos e medonhos da perola aquatica do Tahiti em mais um video que demonstra a magia (e furia) da besta chamada Teahupoo.

“Surf’n’Rock” com Jonathan Gubbins na temida passarela aquatica de Teahupoo

Marcus Veiga – o homem por detras do Scuru Fitchadu – em entrevista na 1a pessoa no Bantumen

"Feedback News"

Blog reciclavel conhecido por divulgar o melhor da producao alternativa criola dentro e fora de Cabo Verde, Feedback tem o prazer de compartilhar com os sele(c)tos e exigentes visitantes uma entrevista do musico Marcus Veiga no site Bantumen.com. Revista online portuguesa que se dedica a divulgar os trabalhos dos filhos da Africa na Diaspora no dominio da musica, do desporto, da cultura entre outros, o multi-articulado e multi-interessante Bantumen abriu as portas, e o microfone, para Marcus Veiga, aka Sette Sujidade, o “frontman” do Scuru Fitchadu. Numa conversa aberta com este luso-criolo com DNA do Burkan, Marcus Veiga aborda o seu trajecto no “underground” lisboeta, as influencias do Hip Hop e da musica criola e o conceito resultante da fusao da musica “worldwide” contramao com o Funana “dark side” do Scuru Fitchadu. Com um album nas plataformas digitais lancado em 2016 que tem vindo a ser divulgado no submundo sonoro da capital lusitana, o homem que para muitos profanou o Funana ao junta-lo com Punk, Thrash e Electro, deixa o seu testemunho libertario DYI e da-nos a conhecer os pilares deste projecto “sui generis” que a redaccao de quando em vez socializa no pirata Feedback.

A subversao do Funana tem endereco, codigo postal, numero de contribuinte e da pelo nome de Scuru Fitchadu

 

O blog Feedback… gostaria de agradecer ao site Bantumen (e a Vanessa Sanches) pela cedencia do video da entrevista com Marcus Veiga

Longe do CVMA e dos Melhores do Ano com Nelson Freitas e Mayra Andrade no “VHS da Semana”

"VHS da Semana"

Com o rebolico do tapete vermelho do CVMA prestes a chegar a FIC e com a Comissao de Notaveis do Somos Cabo Verde alheia a auto plocamada “press” pirata, Feedback traz para a sele(c)ta audiencia do blog mais fora do circuito de Cabo Verde um dos melhores duetos “ever made” da musica contemporanea criola que faz parte da restrita lista de nomeados do CVMA 2000 e 17: falamos de Nelson Freitas e Mayra Andrade. Dupla para la de improvavel que deu a volta aos criolos com a super sensual “Nha Baby”, o xara Freitas e a bela Mayra fizeram mexer as pistas de danca e os hormonios dos sempre quentes cabo-verdianos com um hit que fez furor de Furna a Ponta de Sol (e vice versa) em 2016. Nomeados para a categoria Melhor Colaboracao no badalado certame de Gylito, este “feat” regado a Whisky Cola, “un creb txeu”, oculos escuros e cheiro a CK One “He & She” chega entao assim repleto de charme e glamour ao tambem sempre charmoso (e glamoroso) Feedback.

Nelson Freitas e Mayra Andrade, a dupla charmosa do CVMA 2017 no “VHS da Semana”

Rubera Roots Band no B.leza dia 3 de Maio

"Feedback News"
Famoso ponto de encontro da musica africana na noite alfacinha, o B.leza e a cosmopolita Lisboa preparam-se para receber no proximo dia 3 de Maio os Rubera Roots Band. Colectivo apologista das boas vibracoes do Reggae por solo lusitano que tem nas suas hostes musicos com ADN criolo, os Rubera Roots Band de Ras Nunuka voltam aos palcos da capital lusitana para apresentar seu novo single “Gracas a Jahovia”. Estando ja nas plataformas virtuais para respectiva degustacao auditiva – assim diria a rapida inspiracao do editor tudo em 1 – o novo trabalho dos Rubera Roots Band insere-se na nova tournee que esta banda tem marcada para 2017 por solo lusitano, pela Europa e quica mesmo por Cabo Verde. Tendo na agenda uma visita ao arquipelago no Verao que se avizinha para dar a conhecer ao publico criolo o Reggae verde, amarelo e vermelho da Diaspora,  o Reggae Roots dos Rubera Roots Band promete fazer mexer o historico palco do B.leza em mais uma esperada apresentacao destes (re)conhecidos militantes do Reggae da “terra longi”.

Rubera Roots Band na “txon d’Lisboa” dia 03/05/2017 no B.leza