“Metal Zone” na terra de Jardim, dos Raiva!!!, dos metaleiros Despodency com o nosso C.S.F metaleiro Chapu

"Metal Zone"

Sinceramente tenho gostado muito daquilo que tenho vindo a ler e a ver nos últimos tempos e também, claro, as boas atitudes daqueles que mesmo se sentindo um bocado isolados no nosso “prublema d’ quem ta vivé na ilha” continuam lutando para que as coisas realmente aconteçam. A verdade é que as coisas não aparecem sozinhas, lutamos por elas e fazemos com que elas aconteçam. Já vi muitos desistirem, outros tantos talentosos ficarem simplesmente assistindo de camarote como acontece muito em Cabo Verde, mas sinto orgulho quando, com muito sacrifício, por fim o trabalho dá os seus frutos… Sim, falo-vos do exemplo “li d’ town” do Feedback que comemorou 3 anos de vida e como sem muita importância, este espaço, de onde sou C.S.F, deu-me algo que se calhar por agora não trocaria por nada. Enfim, afinal de contas o que perco por estar 20 minutos a pesquisar e a escrever sobre aquilo que mais gosto? Nada… Porque no final sei que simplesmente terei o prazer de passar uma pequena mensagem aos nossos “zibilhões” de visitantes “espaiode pess munde” que lêem um blog de Rock feito, imagine-se, em… Cabo Verde?!? E isso não tem preço… E tem sido este mesmo esforço que tenho presenciado aqui pela Madeira, a terra do Jardim, o político dos 3.456 mandatos seguidos. Tive uma semana de férias e não saí de casa nem por um instante, isto porque a minha segunda casa, o Old Bar, estava em obras, e não foi uma obra qualquer… Foi uma obra para melhorar o “espaço”, um espaço que é de todos os metaleiros da Madeira, e foram esses mesmos metaleiros que sem fins lucrativos deitaram a “mão na massa” para ajudar na reconstrução do Old Bar que depois de duas semanas e 5 dias teve a sua abertura com um excelente concerto de duas bandas da zona: os Despondency com seu agressivo Melodic Deat Thrash Metal, assim diria o ProMetal, e os punks minimalistas dos Raiva!!!. Estes “putos” metaleiros, na sua maioria no liceu ainda estudando Camões e confusas equações têm vindo a dar as caras no cenário do Metal madeirense com uma sonoridade ultra pesada condimentada com boas actuações cheias de peso e medida. Além destes devotos da “Paz di Metal”, destaco também os Raiva!!!, banda Punk surgida em 2007 a partir da subversiva união sonora de alguns jovens madeirenses igualmente indignados com a ma gestão da “coisa pública” da terra de Cristiano, o “Ranaldo”, assim diria Sir Alex Fergunson. Enfim, basicamente têm sido estas as minhas ferias aqui pela Madeira e termino este post questionando a velha (e conformista) máxima cabo-verdiana de que “maltas lode da lá tem maj condição…”.  Amigos, as condições criam-se, primeiro dentro das nossas cabeças e só depois é que conseguimos passá-los para fora. Ao menos tente antes de desistir…

 

Despodency saltando da Madeira (e do Old Bar) para o blog Feedback no segmento “Metal Zone”…

…e os punks dos Raiva!!! trazendo a indignacao da terra do bochechudo Jardim e do pouco humilde “Ranaldo”…

Despodency levando a “paz di Metal” para o Old Bar

Apesar de terem convidado Jardim para um dueto, que foi gentilmente declinado por parte do vitalicio, os Raiva!!! tiveram que subir infelizmente sozinhos ao palco do Old Bar, a casa do “underground” da Madeira…

Chapu, activo C.S.F (Colaborador Subversivo Feedback), foi registar na 1a pessoa o concerto dos Despodency e dos Raiva!!! no Old Bar, um espaco que poderia ter uma sucursal pelas bandas do Plateau, Nova Sintra, Mosteiros e Praia d’ Diante na pacata Bubista…

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s