Buscando (e encontrando) inspiração no “Baú do Rock” com os Husker Du

Uncategorized

Filhos do movimento Post Punk da terra de Obama e de Michael Jordan, os norte-americanos Husker Du são até hoje referenciados como uma das mais influentes bandas do cenário do Rock alternativo da década de 80. Ao contrário dos globais R.E.M, banda que veio dos mesmos porões do mundo alternativo para conquistar gerações e tabelas de discos, os Husker Du apesar da condição de “cult band” nunca puderam singrar seu nome no “mainstream” do Rock como foi o caso dos comparsas R.EM ou os Nirvana na década de 90, dois bons exemplos da invasão do Rock de garagem no kapitalizado mundo da múasica. Formados na cidade de Minneapolis em 1979 por Bob Mould, pelo bigode “à la Salvador Dali” de Grang Norton e por Grant Hard, os Husker Du criariam sua sonoridade combinando riffs simples e minimalistas do Punk e Hardcore com melodias Pop sempre açucaradas numa carreira que começou em 1981 e que veio a ter seu término no para lá de distante ano de 1987.  

Husker Du

Iniciando em 81 depois de alguns ensaios suas hostilidades musicais com o single “Statues” e saltando posteriormente para seu 1º álbum de nome “Land speed record” – que trouxe em 26 minutos 17 calorosas e aceleradas músicas do melhor que o Punk americano poderia oferecer – os Du, ou melhor os Husker iniciariam assim sua carreira na estrada alternativa do mundo do Rock. Andando ao lado dos Black Flag, os então “quebrôde que nem Djosa” R.EM, Meat Puppets, Dead Kennedys entre muitos outros como dignos representantes do movimento do Rock independente da década de 80, esta formação viria a lançar nos anos posteriores algumas das mais refinadas peças de artilharia sonora jamais vistas pelos States, como foi em 83 o caso de “Zen Arcade”, acolhido de peito e ouvidos abertos pelos fãs dos Husker Du e que logo começou a dar nas vistas fora do pequeno circuito do underground da terra que viu nascer os “cheeseburgers”.

Husker Du: a banda que fez a fronteira entre o Punk e o “Pop”…

Longe dos acenos de algumas grandes editoras que começaram a tomar o gosto pela sonoridade agridoce deste trio, os Husker Du continuariam a acelerar seu Rock mesmo com alguns exageros “after hours” de seus membros Hart e Mould, assim dizia o providencial C.P.E.S (Copy Paste Editorial Subversivo) tirado “somewhere” pelo blog Feedback. Por entre muitas “roda n´altura”, o início de uma guerra de egos entre Mould e Hart, cabecilhas desta banda, e a promessa de alguns “bucks”, os Du lançariam em 85 “Flip your whig” tanto por fanzines dedicadas a esta sonoridade como também por algumas revistas conceituadas do Rock que começavam a valorizar a potência desta formação. Após a boa recepção deste álbum, os Husker Du mesmo com visíveis problemas entre seus mentores musicais ainda lograriam lançar em “Candy Apple grey” de 86 (que este que vos escreve recomenda) e “Warehouse” de 87 que viria a marcar o início do fim desta formação perdida, infelizmente, em problemas de álcool e drogas que decretariam em 1900 e 88 o despedimento do rebelde e sempre “stunin” Grant Hart.

Du tocando a clássica “Don´t wanna know if you are lonely…” no blog Feedback

Findada a história de uma das mais influentes e ao mesmo tempo desconhecidas bandas do cenário underground americano que foi influência para nomes como Frank Black dos Pixies, Kurt Cobain dos Nirvana – que chegou mesmo a convidar Bob Mould a gravar “Nevermind” – e incontáveis outras bandas e caras do pequeno mundo do Rock alternativo, os Husker Du não voltariam infelizmente a reunir-se até à data para tristeza de seus seguidores, seguindo o bigodudo Greg Norton para uma carreia como “chef” de restaurante tailandês e os restantes membros Bob Mould e Grant Hard por projectos menos pujantes e cheios de vida, como foi esta banda de nome estranho chamado Husker Du…

Fãs confessos dos Husker Du, os Green Day fazem a devida vénia sonora a este sonoro “Trio Maravilha” com uma cover de “Don´t wanna know…”

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s