“Rock de saias, batons e tuquins” com as Hole

Djodje

Formados pela polémica Courtney Love na cidade de LA em 89, as Hole foram uma das mais quentes bandas do cenário do Rock alternativo da década de 90. Antes de formar esta banda com seu amigo guitarrista (e único “macho” da banda…) Eric Erlandson, Courtney Love fez algumas passagens sonoras por algumas conhecidas bandas como as Babes In Toyland, que já mereceram um post em nosso blog, e até os Faith No More do “show man” Mike Patton. Além de Erlandson, Courtney Love chamou para a “cozinha” desta banda a baixista Jill Emery e a baterista Carolie Rue para o 1º álbum “Pretty on the inside” que foi gravado por uma velha raposa, ou melhor, uma das grandes senhoras do Rock alternativo. Você acertou… ela mesmo: Kim Gordon, a baixista dos Sonic Youth.

Hole

Álbum bem recebido no meio “underground”, principalmente nas redacções de algumas revistas inglesas e que coincidiu com o casamento de Courtney Love com Kurt Cobain em 92, as Hole no meio da ribalta e do “show bizz” lançariam em 94 o que seria para muitos (ou pelo menos para este que vos escreve) a sua melhor (e mais intimista) produção de nome “Live through this”. Considerado por muitos como um dos melhores discos desse mesmo ano, este álbum foi infelizmente marcado pela coincidência (ou não) de ter saído 4 dias antes da morte de Kurt Cobain, que como sabido abalou as estruturas do Rock no ano em questão. Não bastando a morte de um dos Mestres deste estilo, Courtney Love e sua banda viriam também a ver sua baixista, Kristen Pfaff (que veio a substituir Jill Emery) falecer nessa mesma época devido ao uso compulsivo de drogas, o que abalou esta banda no fatídico ano de 1994.

Você quer ver “Malibu” das Hole? Se sim, clique no vídeo e vá directamente ao Youtube para ver este vídeo “xibadu si” ao blog Feedback…

Com a morte de Pfaff, as Hole trouxeram para sua sala de ensaios a baixista Melissa Auf Der Maur (que certamente deve ter algum pé “lá pa Deutschland”) para assumir as 4 cordas desta formação. Apesar das muitas baixas e contratempos, o álbum “Live through this” continuou obtendo várias boas críticas na indústria musical e na MTV, o que garantiu boas vendagens no ano em questão numa altura em que Courtney Love mostrou sua veia cinematográfica ao obter boas críticas de Hollywood na sua participação no filme “O povo contra Larry Flint”. Após o sucesso deste álbum, e de um considerável período criativo inactivo, as Hole voltariam aos estúdios – com a consultoria subversiva de Billy Corgan dos Smashing Pumpkins – para lançar em 98 o conturbado “Celebrity skin”. Mesmo com alguns hits bem açucarados, as Hole perderiam a “germânica” Auf Der Maur que sairia da banda para ir tocar as 4 cordas com os Smashing. Para não bastar, a também baterista Schmell sairia da banda por motivos desconhecidos que só o Wikileaks deve conhecer.

Courtney Love: uma roqueira de peito aberto…

Além da debandada de banda e meia, Courtney Love – conhecida por ser uma “confuzenta” no meio musical e considerada por muitos como culpada pela morte de Kurt Cobain – entrou em atritos com a gravadora Universal que “bancava” os trabalhos desta banda. Com este clima envolta em “macumba roqueira”, nossa amiga resolveu mudar de ares dando umas férias sonoras das Hole (e também dos tribunais) partindo de guitarra na mão para um outro projecto chamado Bastard. Antes mesmo de terem ido para o 1º ensaio, alguns bate bocas que para muitos faziam lembrar o “Plurim d´Pêxe” aos Sábados ao meio-dia fizeram com que as Bastards não rendessem o esperado e a banda decretasse seu término. Vendo sua popularidade baixar e sua carreira solo não levantar vôo, Love, a Courtney, decidiu para agrado de seus muitos fãs reavivar as Hole em 2006 com o apoio do sempre prestativo (e amante nas horas vagas…) Billy Corgan, que ajudou sua amiga “cor-de-rosa” a encontrar novos membros para a banda. Com caras novas e guitarras sedentas de Rock, as Hole lançariam neste mesmo ano o álbum “Nobody´s daughter” que infelizmente ainda não caiu de paraquédas em nossas mãos…

“Celebrity skin”, outro vídeo dos Hole “xibadu si” também pelo Youtube…

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s